O SPA é o maior provedor de serviços funerários do Estado do Espírito Santo.

Nossa rede abrange 78 municípios, incluindo muitos dos mais excelentes e finos locais de serviços funerários do Estado. Sendo a empresa líder, o SPA continua a abrir novos caminhos através de associações inovadoras, serviços revolucionários o mais alto nível profissional em termos de qualidade, utilidade e atenção aos clientes.

Oferecemos convênios em saúde, odontologia e assistência póstuma, sem carência.

Realizamos serviços funerários, remoções e traslados no Espírito Santo com veículos modernos e adequados ao transporte e corte fúnebres. Atuamos em todo o Brasil e exterior, com larga experiência em remoções e traslados internacionais, com fornecimento de urnas próprias para remoções interestaduais ou de outros países.

Uma história de muito trabalho e sucesso.
O SPA – Sistema Pax de Assistência foi fundada, em Vitoria – ES , em 2006 por Stivenson M. Costa, um diretor funerário licenciado, que serviu de presidente e diretor executivo da empresa por toda sua história. O sucesso foi tanto que esta empresa cresceu a ponto de incluir 78 municípios de serviços funerários.

O Começo de Tudo
Stivenson Costa cresceu no ambiente de negócio da sua família, a Funerária Pax Domini, fundada em 1972 por Vicente Maciel Costa, empresa pioneira na comercialização de planos funerários no estado do Espírito Santo. Tornou-se envolvido na administração da mesma, assim que terminou seus estudos. Com formação em Administração de Negócios e Gestão Financeira, Stivenson apresentou o conceito de “Centro de Serviços”, uma ideia através da qual várias localidades comerciais dividem recursos comuns em uma base central provedora. Ele achou que este conceito poderia funcionar na administração de funerárias.

Foi quando resolveu abrir a sua própria empresa em 2006 para colocar em pratica o seu conceito “Centro de Serviços” método de operação conhecido como estratégia de “agrupamento”.

Com um Inovador serviços funerários, adotando carros funerários de luxo, carros comerciais, facilidades no preparo dos corpos, facilidades nas visitas aos clientes, escritórios administrativos, e uma equipe de profissionais grande o bastante para prover um serviço completo e ágil.

Como nada na vida é tão certo como a morte, lidar – e lucrar – com o mais universal dos tabus nem sempre é tarefa fácil. “A principal dificuldade é trabalhar num segmento que não é visto como negócio, pois é muito difícil pensar na morte – e se preparar para o fim como nos preparamos para a aposentadoria ou para eventuais problemas com o carro, com a contratação de seguro, etc.”, reflete o diretor do SPA.

Como se já não bastasse toda a carga “emocional” envolvida, na perda de um ente querido, ainda precisa lidar com uma série de questões burocráticas inerentes a contratação dos serviços funerários.